A iluminação eficiente é a chave para qualquer atualização de eficiência energética em casa. Depois de décadas governando o mercado de iluminação residencial, o mundo passou rapidamente de lâmpadas incandescentes para as lâmpadas fluorescentes compactas mais eficientes, que ofereciam uma economia significativa de energia, mas vinham com seu próprio conjunto de desvantagens.

 

As lâmpadas fluorescentes compactas, também conhecidas como CFLs, tinham uma expectativa de vida semelhante à das lâmpadas incandescentes e precisavam ser aquecidas para atingirem a luminosidade total. Além disso, as lâmpadas fluorescentes contêm vapor de mercúrio que é liberado no ambiente quando uma lâmpada se rompe. Mercúrio e humanos não se dão bem juntos, o que coloca muitos ambientalistas em desacordo com os bulbos em forma de espiral.

 

Essas desvantagens criaram um mercado maduro para a inovação em iluminação e essa inovação veio na forma de lâmpadas LED – ou de diodo emissor de luz. Tal como acontece com muitas inovações, quando as novas lâmpadas LED atingiram o mercado, elas foram significativamente mais caras do que suas lâmpadas incandescentes e CFL, mas ofereceram uma vida significativamente mais longa. Os LEDs trouxeram os níveis desejados de eficiência e, à medida que os custos diminuíram, puderam competir com outras lâmpadas no mercado.

 

O que é o sistema Philips Hue?

 

Para nossa sorte, as empresas inovadoras simplesmente não podem deixar nenhum produto em paz, então, quando a loucura da Internet das Coisas (IoT) varreu o segmento de produtos de consumo, até mesmo as lâmpadas se encontraram conectadas à Internet. As interações iniciais se esforçavam para oferecer um valor compatível com seus pontos astronômicos de preço, mas à medida que o mercado amadurecia e os fabricantes refinavam ainda mais a funcionalidade dos dispositivos, surgiram alguns produtos convincentes.

 

O sistema Philips Hue oferece aos usuários uma enorme quantidade de soluções de iluminação para tornar a vida mais fácil, natural, energética e divertida. As lâmpadas LED também oferecem aos usuários uma longa vida útil e eficiência superior que os LEDs são conhecidos, ao mesmo tempo em que oferece automação através de um aplicativo de celular.

 

A instalação

 

Configurar o sistema é muito simples e muito semelhante ao de muitos outros dispositivos inteligentes. Conecte a ponte e conecte-se à Internet. Instale o aplicativo em seu smartphone e comece a conectar as lâmpadas.

 

No aplicativo, as lâmpadas são conectadas uma por vez na seção Light Setup do aplicativo, que dá ao aplicativo controle sobre cada lâmpada e permite que o usuário atribua um nome a cada lâmpada, como por exemplo, “Lâmpada da mesa”, “Lâmpada do teto”, etc.

 

Os cômodos são então configurados, onde as lâmpadas individuais (aquelas que demos os nomes) são agrupadas para permitir o controle total de um comodo por meio do aplicativo, por um dos controles remotos inteligentes Hue da Philips ou até mesmo o controle de voz com o Alexa,  Google Assistant ou HomeKit da Apple .

 

Além do conforto da automação com um clique, você pode programar para que o sistema acenda as luzes em um horário específico, ou seja, você nunca mais vai precisar deixar sua casa no escuro.

Acorde com a luz do sol todos os dias.

Muito depois de você ter desligado suas luzes, elas contribuem para o seu bem-estar. Philips Hue pode ajudá-lo a acordar e adormecer naturalmente, simulando os efeitos da luz do amanhecer e da noite. O “despertador” é suave ao contrário do som de um despertador comum.

Na hora de dormir, a luz LED morna e branca relaxa o corpo, preparando-o para uma boa noite de sono.

 

Combine sua luz com o seu humor

Defina o ambiente certo para qualquer momento. O Philips Hue pode ajudá-lo a energizar, ler, concentrar e relaxar com o tom certo de luz branca suave. Utilize a aplicação Philips Hue para alterar as suas definições de iluminação, desde a luz natural refrescante até à luz branca quente e relaxante. Transformando suas rotinas diárias em momentos que você pode aproveitar.