A energia eólica é utilizada para gerar eletricidade limpa através do uso de turbinas eólicas. As turbinas eólicas funcionam da seguinte maneira: a partir do momento que o vento sopra, ele flui sobre as lâminas das turbinas em forma de aerofólio e consequentemente as pás da turbina começam a girar. Essas lâminas estão conectadas a um eixo de acionamento que transforma um gerador elétrico em eletricidade. As turbinas eólicas mais recentes são altamente avançadas tecnologicamente e possuem inovações mecânicas e estruturais para maximizar a eficiência e aumentar a produção de eletricidade.

 

Confira a seguir, algumas curiosidades sobre energia eólica offshore:

 

1. O 1º Parque eólico offshore comercial está na América: em dezembro de 2016, o grupo Deepwater Wind concluiu o comissionamento do parque eólico de Block Island, o primeiro projeto eólico offshore comercial do país. O projeto de 30 megawatts (MW) comporta cinco turbinas eólicas de 6MW instaladas nas águas do estado na costa de Block Island. O projeto incluiu a instalação de um cabo de energia que conecta a rede da Block Island, usando apenas uma pequena fração da energia gerada, à rede do continente. Atualmente existem mais de 20 projetos eólicos offshore em vários estágios de desenvolvimento nos Estados Unidos.

 

2. Os recursos eólicos offshore estão próximos da maioria dos americanos:  aproximadamente 80% da demanda de eletricidade do país ocorre nos estados costeiros e dos Grandes Lagos, onde a maioria dos americanos vivem. Os recursos eólicos offshore estão localizados perto dessas populações costeiras, como no nordeste dos Estados Unidos, onde foram planejados alguns dos primeiros projetos eólicos offshore do país. Turbinas eólicas fora do litoral utilizam linhas de transmissão mais curtas, em comparação com fontes comuns de eletricidade, para se conectarem à rede elétrica.

 

3. A energia eólica offshore é correta: os ventos em alto mar são normalmente mais fortes durante o dia, possibilitando uma produção de energia mais estável e eficiente quando a demanda do consumidor atinge seu pico. A maioria dos recursos eólicos baseados em terra é mais forte à noite, quando as demandas de eletricidade são menores.

 

4. Turbinas eólicas podem flutuar: várias empresas estão desenvolvendo plataformas eólicas flutuantes offshore inovadoras para uso em águas profundas. Os três tipos de plataformas flutuantes são: boia, plataforma de perna tensionada e semissubmersível.

 

5. A maioria dos recursos eólicos offshore dos EUA está em águas profundas: grande parte dos recursos eólicos offshore do país, cerca de 60%, estão em áreas onde a água é tão profunda que as fundações convencionais – grandes estacas de aço ou estruturas reticulares fixadas ao fundo do mar – não são práticos. Projetos eólicos offshore dos EUA estão desenvolvendo uma variedade de diferentes fundações adequadas a condições exclusivas em cada local.

 

6. Parques eólicos marítimos utilizam cabos submarinos para transmitir eletricidade à rede: a eletricidade produzida por turbinas eólicas offshore viaja de volta à terra através de uma série de sistemas de cabos enterrados no fundo do oceano. Essa eletricidade é canalizada através de centros de carga costeira que priorizam onde a eletricidade deve ir e a distribui na rede elétrica para abastecer residências, escolas e empresas.

 

7. Componentes eólicos offshore são mais fáceis de transportar: componentes de turbinas eólicas offshore são transportados por navios e barcaças, reduzindo alguns dos desafios logísticos que os componentes eólicos em terra encontram, como estradas estreitas ou túneis. Esses componentes permitem que os desenvolvedores de energia eólica offshore construam turbinas maiores capazes de produzir mais eletricidade. Contudo, trabalhar no mar apresenta seus próprios desafios.

 

8. Turbinas eólicas marítimas podem ser extremamente altas: para capturar os abundantes recursos eólicos disponíveis no mar, as turbinas offshore podem ser ampliadas a uma vez e meia a altura do Monumento de Washington e podem ter lâminas do tamanho de um campo de futebol.

 

9. Os recursos eólicos offshore são abundantes: a energia eólica offshore tem o potencial de fornecer grandes quantidades de energia limpa e renovável para atender às necessidades elétricas das cidades ao longo das costas dos EUA. O Laboratório Nacional de Energia Renovável estima que o potencial de recursos técnicos para a energia eólica offshore dos EUA é de mais de 2.000 GW de capacidade, ou 7.200 TW/hora por ano.

 

 

 

Quer saber mais sobre iluminação e energia?

 

Acesse os demais conteúdos do nosso blog e siga nosso Instagram:
@luxfortdobrasil.com.br