Neste ano, o horário de verão começou a vigorar no dia 4 de novembro e se estende até o dia 16 de fevereiro de 2019. O principal objetivo dessa mudança é diminuir a demanda de energia no momento do pico de consumo do sistema elétrico.

 

O período entre 18h e 21h é considerado o de maior gasto de energia, visto que acontece o aumento na coincidência de cargas no sistema, a medida que famílias chegam em suas casas e utilizam os equipamentos domésticos, a iluminação pública nas ruas se acendem, entre outros fatores.

 

De acordo com Evandro Scopel, gestor executivo de Atendimento ao Cliente da EDP, distribuidora de energia elétrica do Espírito Santo, “O horário de verão serve para minimizar essa concentração de carga no horário de pico, já que a luz natural permanece por um período mais longo do dia e a iluminação das ruas e das residências começa a funcionar um pouco mais tarde”.

 

Além dessa redução na demanda de energia, o período é favorável para a geração de mudanças de hábitos que podem contribuir com a economia na conta de luz. Com esse propósito, confira agora algumas orientações da Distribuidora para o uso eficiente da energia:

 

Lâmpadas

 

– Substitua lâmpadas incandescentes por lâmpadas fluorescentes e de LED, pois geram um consumo bem menor de eletricidade;

– Apague as luzes ao sair de cada cômodo do ambiente;

– Evite acender as luzes durante o dia.

 

 

Aparelhos de ar-condicionado

 

– Escolha um aparelho com eficiência energética Procel classe A e verifique se tem uma potência de acordo com o tamanho do ambiente que será refrigerado;

– Feche todas as portas e janelas do ambiente antes de iniciar o uso;

– Proteja a parte externa da incidência do sol;

– Desligue o ar-condicionado quando atingir a temperatura desejada;

– Mantenha o filtro do aparelho sempre limpo para que não haja esforço extra.

 

Chuveiro elétrico

 

– Use os chuveiros elétricos no modo verão, para economizar até 30% de energia;

– Limite seu tempo de banho;

– Feche a torneira do chuveiro quando estiver se ensaboando.

 

Geladeiras

 

– Atente-se aos selos de eficiência dos freezers e refrigeradores antes de comprar um aparelho novo;

– Regule o termostato (sistema que regula a temperatura da geladeira) sempre que possível para evitar a formação excessiva de gelo;

– Evite colocar a geladeira próxima à parede ou ao fogão e guardar alimentos quentes, pois o motor do equipamento precisará trabalhar por mais horas.

 

 

Aparelhos em stand-by

 

– Desligue o modo standy-by de equipamentos eletrônicos, como televisão, micro-ondas ou carregadores de celulares, que ficam com uma luz acesa mesmo quando desligados. Segundo pesquisa realizada pelo Idec em 2008, essa medida pode gerar uma economia de cerca de 15% nas contas de energia elétrica;

– Evite usar benjamins e extensões, pois causam o desperdício de energia.

 

 

 

 

Quer saber mais sobre iluminação e energia?

 

Acesse os demais conteúdos do nosso blog e siga nosso Instagram:

@luxfortdobrasil.com.br